(62) 3922 3044      contato@centi.com.br
Todos o conteúdo de: Oct/2020

Saiba como organizar o setor de RH da gestão pública com 6 dicas

O setor de RH (Recursos humanos) tem se mostrado cada vez mais estratégico visto as mudanças constantes pelos órgãos reguladores e a implantação do Colare Pessoal. O departamento pessoal é instrumento de geração de valores mais importante em qualquer tipo de órgão público. Apenas com o suor das pessoas envolvidas é que um negócio atinge seus objetivos e perpetua durante anos.

A gestão do Departamento de Recursos Humanos é uma das responsabilidades mais importantes e ao potencializar as relações humanas e o potencial da equipe é o que torna a eficácia de uma equipe, capaz de realizar quaisquer ações como guardiões da cultura da organização, os profissionais de recursos humanos estão diretamente envolvidos com o cerne da estratégia da sua gestão.

Neste artigo, explicaremos melhor como organizar o setor de RH na empresa, desde o planejamento até o acompanhamento individualizado de cada servidor, além de o que pode ser feito com o suporte de um software de gestão e de técnicas avançadas.

1. Comece com um planejamento para o setor de RH

O primeiro passo para organizar o setor de RH é um bom planejamento — e este precisa estar diretamente atrelado ao planejamento estratégico geral do órgão público (PPA, LOA e LDO). Em organizações que não enxergam os recursos humanos como parte essencial do seu planejamento estratégico, é quase inevitável que tudo que foi definido pela gestão acabe indo por água abaixo.

2. Conheça bem o time

Nunca se esqueça que o RH lida com pessoas. Pode parecer óbvio, mas muita gente se esquece que cada indivíduo tem necessidades, ambições e comportamentos distintos. Não existe um manual que se aplique a todas as organizações ou membros de um time. É preciso fazer um diagnóstico personalizado do quadro de servidores, identificando as demandas, objetivos e forma de atuação de cada setor.

Os líderes devem saber ouvir e observar o dia a dia de todos, a fim de detectar problemas e encontrar as melhores soluções. Ao atender as necessidades de cada profissional, a empresa traz a equipe para perto e aumenta o engajamento do time.

3. Estruture o plano de cargos e salários em detalhes

Reúna todas as legislações que trate do plano de cargos e salários, ou plano de carreira. É um tipo de planejamento fundamental em um RH profissionalizado conhecer todas as leis que trate do tema no município. Além de auxiliar na ordenação da organização, também permite que os servidores planejem seu desenvolvimento e trabalhem motivados em busca da evolução profissional.

No planejamento é preciso descrever os cargos e suas atribuições e remunerações para que fique claro para todos os envolvidos. Ao estabelecer esses padrões, é preciso, então, documentar e comunicar a todos os servidores. Crie cartilhas e materiais de divulgação sobre isso.

4. Desenvolva as lideranças da empresa

Vale a pena destacar o papel exercido pelo setor de RH no desenvolvimento de líderes da organização. Um líder não surge por acaso, mas é o resultado de muito investimento e preparo, mesmo quando existe algum tipo de talento para assumir esse papel.

Junto com a gestão de cada departamento, o Recursos Humanos pode ajudar a identificar quem são os talentos na equipe que podem se tornar líderes no futuro e investir no desenvolvimento deles. Além disso, mesmo quem já exerce um cargo que demanda liderança também pode crescer com capacitações voltadas para essas responsabilidades.

Para que uma organização persevere, é fundamental que seus líderes estejam na vanguarda e sejam capazes de enxergar a inovação para levar a administração em frente. 

5. A importância dos softwares

Um sistema de Recursos Humanos completo como a Centi permite que o time de recursos humanos tenha um registro completo de toda a trajetória de cada um dos servidores e utilize essas informações para uma tomada de decisão mais precisa para diversas finalidades.

O sistema Centi pode ser acessado de qualquer lugar e em qualquer momento pelos profissionais que possuam as credenciais de acesso para o sistema, garantindo praticidade e segurança para os dados, centralizando informações de outros procedimentos importantes do RH, como o planejamento de cargos e salários, avaliações de desempenho da equipe, registro de informações funcionais como contratações e desligamentos e muito mais.

6. Acompanhe os trabalhos realizados

Acompanhar o trabalho do servidor é essencial para que o resultado final seja satisfatório para ambos os lados e assim não ter problemas. A métrica de acompanhamento pode ser definida pelo líder do setor e com muita cautela, chegar ao resultado desejado.

Saiba bem as suas ações e as ações de todo o departamento e em caso de dúvidas, entre em contato com nosso suporte pelo telefone 62 3922-3044 ou através do nosso WhatsApp.

Leia mais