(62) 3922 3044      contato@centi.com.br

Software de gestão pública: 06 vantagens para adotar um

A sociedade exige cada vez mais que o poder público seja transparente tanto nas suas ações quanto no uso dos recursos financeiros. Esse é um cenário que favorece a utilização de softwares de gestão nas mais variadas esferas governamentais.  Com o avanço da tecnologia os sistemas se tornaram ferramentas essenciais para administrar melhor um negócio, pensando nisso destacamos algumas vantagens em usar um software de gestão.  1.Transparência nos processos Com a ajuda de um software de gestão é possível acessar todos os dados de uma empresa em tempo real. Informações como pagamento de servidores, controle de frota, andamento de obras são atualizadas e ficam disponíveis a qualquer hora e em qualquer lugar.  2. Maior controle orçamentário O setor público precisa gerenciar com inteligência o seu orçamento, e para que isso aconteça é preciso acompanhar de perto tudo que está acontecendo. O volume de dados é gigantesco, mas com um software de gestão tudo fica mais fácil. 3. Organização de metas e indicadores  A administração pública também pode adotar indicadores e metas de desempenho. Com essas informações em mãos é possível acompanhar e orientar o trabalho que é desenvolvido por todos os servidores.  4. Amplificação dos serviços oferecidos A tecnologia possibilita a amplificação dos serviços oferecidos, desburocratizando os processos e  trazendo mais agilidade e acessibilidade para administração pública. Com a ajuda de um software é possível oferecer ao cidadão uma gama de serviços que podem ser acessados de qualquer lugar, basta ter acesso à internet.  5. Melhoria na tomada de decisões Com acesso aos dados em tempo real é possível analisar rapidamente onde os recursos públicos estão sendo utilizados. Através dessa análise o gestor consegue definir um planejamento mais assertivo e pautado nas prioridades da população.  6. Aumento da produtividade A morosidade não precisa fazer parte da sua gestão. Um software de gestão pode ajudá-lo a analisar melhor seus indicadores e metas para desenvolver ações que estimulem os servidores a executarem o seu trabalho mais motivado e com maior qualidade.

Leia mais

Gestão Pública e eficiência podem ser sinônimos

Realizar a gestão de processos em um negócio seja ele público ou privado não é uma tarefa muito fácil, mas se torna uma forma de visualizar detalhadamente como anda as operações da sua empresa. Essa visão compreende todo trabalho executado para entregar um produto ou serviço independente da área que esteja envolvida.  Como o próprio nome já diz, a gestão de processos tem como objetivo padronizar os processos de uma empresa trazendo como resultado o aumento da produtividade e consequentemente maior eficiência para o negócio.  Essa é uma tarefa que envolve várias etapas como análise da rotina, definição de metas, execução e monitoramento de todas as atividades, além da administração do processo como um todo. E, um dos maiores desafios dos gestores públicos é justamente medir a eficiência dos seus processos. 

Como implementar a eficiência na gestão pública?

A administração pública tem a sua atividade voltada única e exclusivamente para o bem da coletividade. Logo, todas as atividades desempenhadas por um gestor público devem ter como foco alcançar esse objetivo.  A eficiência é um princípio constitucional que está inserida dentro dos princípios da administração. E, os órgãos públicos necessitam medir a sua eficiência operacional para avaliar a credibilidade dos serviços que estão sendo prestados para a população, além de manter um histórico de todos esses dados.  Esses indicadores acabam auxiliando no monitoramento de atividades e possibilitam a identificação de possíveis desvios, mas assim como acontece nas empresas privadas, eles fornecem informações para a realização de um planejamento mais detalhado e assertivo.  Os gestores públicos precisam adotar ferramentas que possam contribuir com o aumento da eficiência do setor público e dessa forma aumentar os níveis de satisfação da população em relação aos serviços que estão sendo prestados.  A Centi traz soluções inovadoras que foram desenhadas com foco na gestão pública. Conheça nossos produtos!  

Leia mais

A tecnologia para transparência na gestão pública

É direito de qualquer cidadão ter acesso e acompanhar os passos dados pela administração pública, seja ela municipal, estadual ou federal. Essa transparência está prevista no artigo 5º da Constituição Federal e vem ganhando cada vez mais força com a publicação da Lei da Transparência publicada em 2000 e a Lei de Acesso à Informação (LAI) publicada em 2011. A Lei da transparência exige a divulgação em um site da internet, e em tempo real, de todas as receitas e despesas realizadas pela administração pública. E, a Lei de Acesso à Informação permite que qualquer pessoa solicite documentos aos órgãos públicos, mesmo sem apresentar qualquer justificativa para isso.  Essas obrigações legais ampliam o acesso à informação, trazem mais transparência para administração pública e consequentemente aproximam o governo da população. A tecnologia por sua vez têm se tornando uma grande aliada nesse processo.  Um ótimo exemplo de boa prática de governança digital é o portal da transparência do Governo Federal. Por ele é possível que qualquer pessoa consulte as receitas, despesas e documentos diários de qualquer órgão público do Brasil.  Esse novo modelo de gestão pautado na rapidez, na transparência e na proximidade dos órgãos com o cidadão resulta em ações mais eficazes, além de demonstrar maior organização orçamentária e política da administração pública. Com a adoção de novas tecnologias a gestão pública está caminhando para se tornar cada vez mais democrática e participativa. Dessa forma, o cidadão não precisará esperar apenas o momento de ir às urnas para participar ativamente. Toda essa transformação digital possibilita que o cidadão participe inclusive na formulação de novas políticas públicas. A tecnologia contribui para garantir não apenas a transparência, mas possibilita um controle mais adequado dos recursos públicos que por sua vez acabam retornando em benefícios para toda a população.  Acompanhe o nosso blog e veja como podemos te ajudar na gestão da sua cidade!  

Leia mais

3 desafios para tornar a gestão pública mais eficiente

Nós sabemos que ainda existem grandes desafios a serem superados para tornar a gestão pública mais eficiente. Mas, você sabe quais são os desafios que devem ser enfrentados para aumentar essa eficiência? Abaixo destacamos três deles para você para refletir.

Ter uma gestão mais transparente

Embora termos como eficiência, eficácia e efetividade já estejam batidos, eles são o tripé que sustentam a administração pública e, muitas vezes, não são vistos como eixos norteadores. A transparência na gestão pública evita a corrupção, a centralização e ainda pode ajudar na criação de metodologias visando a avaliação de desempenho dos projetos e das pessoas que trabalham na administração pública.

Analisar os dados da administração pública

Se pensarmos em uma empresa privada, por exemplo, todas elas utilizam a análise de dados para tomada de qualquer decisão. Os números são essenciais para embasar decisões estratégias e melhorias no processo. Se olharmos para a gestão pública encontramos muita informação, mas nenhum esforço para analisá-las. Dessa forma fica praticamente inviável gerar estratégias assertivas que direcionem corretamente as políticas públicas, e é ainda mais complicado avaliar o desempenho ou o impacto de cada ação que foi ou que será realizada.  

Engajar e estimular a participação da sociedade civil

Com a tecnologia a gestão pública acaba se tornando cada vez mais democrática, e a participação da sociedade civil é uma das maneiras de construir mais legitimidade na tomada de decisões. Mas, para que isso aconteça a gestão pública precisa implementar uma cultura de participação para que as pessoas se aproximem mais do governo. Além disso,  é necessário apostar em novas ferramentas como o sistema da Centi. Ele emite diversos relatórios personalizados que podem facilitar a análise de dados, de informações para estas decisões, facilitando a vida do gestor e servidores públicos.   Dessa forma a população consegue acompanhar se as leis e as promessas de campanha estão sendo cumpridas, e onde e como o dinheiro público está sendo gasto. A partir daí cria-se uma relação de confiança para que a gestão passe a ser cada vez mais bem sucedida.

Leia mais

O uso da tecnologia na gestão pública

Nos últimos anos a tecnologia vem modificado a forma de interação entre o governo e a população. O governo em toda a sua esfera seja ela municipal, estadual ou federal precisa ganhar mais eficiência para atender o cidadão, além de aprimorar os seus processos e consequentemente facilitar a vida tanto de seus gestores quanto dos servidores públicos. De fato ainda existem muitos gargalos para que a eficiência da gestão pública seja percebida pela população. Mas, o uso da tecnologia tem se tornado uma realidade nas mais diversas áreas governamentais do nosso país. Acompanhe abaixo alguns exemplos.

A comunicação entre governo e sociedade civil

Essa é uma interação que se faz necessária em vários momentos, seja quando o cidadão necessita de um atendimento, ou quando ele deseja ser ouvido pelas autoridades através de reclamações, denúncias e até mesmo expressar a sua opinião em relação a um determinado assunto. Os processos que muitas vezes poderiam ser rápidos e simples acabam se tornando bastante burocráticos travando o fluxo de informações. Dessa forma as ferramentas digitais podem auxiliar e agilizar tanto no atendimento quanto na resolução das solicitações.

O armazenamento de informações

O armazenamento de dados e o processamento de informações em servidores externos se torna cada vez mais necessário à medida em que o volume de dados cresce. Veja alguns benefícios que a adoção do cloud computing, ou computação em nuvem podem trazer para para a gestão pública:
  • Elimina a necessidade de manter ou expandir uma infraestrutura de TI;
  • Garante a modernização da infraestrutura, uma vez que os servidores contratados contam com tecnologia de ponta;
  • Promove a acessibilidade das informações de maneira prática, segura e em tempo real.

A transparência na gestão orçamentária

Para facilitar a transparência nos processos, principalmente na gestão orçamentária, o poder público pode utilizar softwares de gestão que são capazes de gerenciar atividades, acompanhar ações e cronogramas e emitir relatórios personalizados. Dessa forma fica mais fácil obter dados atualizados em tempo real, além de gerar mais transparência para a sociedade civil que poderá acompanhar e fiscalizar como está sendo utilizado o dinheiro público, por exemplo. Que tal introduzir essa prática na sua repartição pública? Nós temos certeza que essas ações podem fazer toda diferença na sua gestão. 

Leia mais